Quilombo Ariramba - Pará.png

Quilombo Ariramba, Pará (PA) Foto: Gabriel Uchida (@uchidagabriel)

     A PALAVRA ESCRITA: UM FIXAR DAS RAÍZES NEGRAS DIASPÓRICAS

Este é o território virtual das minhas palavras escritas, que germinou da necessidade de ser lido com outras pessoas. A escrita se torna orgânica quando é lida, sentida, afetada, transformadora, e no momento que essas palavras são envolvidas coletivamente. Essa potência subjetiva-sensível-revolucionária estará latente nos meus textos, sejam ligeiros ou alongados. Eu sou aquilo que escrevo, meu corpo negro afro-diaspórico estará sangrando em cada letra, palavra, frase, parágrafo. É a história do povo preto brasileiro que, humildemente, tentarei ecoar nas minhas singelas palavras escritas, pois "eu sou por que nós somos" (filosofia Ubuntu), caminhando na possibilidade de construção de memória. 

Este também é um espaço acolhedor, aconchegante, inquietante e dengoso, o qual estará aberto para processos criativos dos mais diversos saberes orgânicos, além da palavra escrita em si, deslocando para o centro a oralidade, a musicalidade, a espiritualidade. Nesse sentido, estejam convidades para o envolvimento coletivo deste território virtual, um local para respirarmos e criarmos juntes.

Um sincero agradecimento pelo carinho de estarem presentes virtualmente, de conhecerem e lerem um pouco das minhas palavras escritas. Espero que fixem suas raízes no mundo, semeando suas histórias e vivências pelos ventos da mãe natureza. É mais que urgente estarmos EU+UM+UM+UM+UM+ (equação da rebelião de Elio Alves da Silva, poeta e pescador no Xingu), enquanto um ato de resistência e solidariedade, para vivermos um amanhã possível. Um afetuoso abraSUS com muito axé! 

             VIVA A UNIVERSIDADE PÚBLICA E GRATUITA! 

               VIVA O SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE! 

               MARIELLE E ANDERSON PRESENTES!

OBS.: escreva para mim um e-mail, ou melhor, uma carta ligeira (renanvicente@minhaspalavrasescritas.com) com sugestões, críticas, articulações, inspirações e encantamentos.